Menos da metade dos jovens piauienses de 16 e 17 anos tirou o título de eleitor

emissão do título de eleitor foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nos últimos dias após famosos aderirem à campanha para incentivar jovens de 15 a 18 anos a tirarem o documento necessário para participar das Eleições Gerais deste ano. Apesar disso, a pouco mais de um mês do prazo final para a emissão do documento, menos da metade dos adolescentes piauienses, com idades entre 16 e 17 anos, já emitiu o título de eleitor.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Piauí tem cerca de 55 mil jovens com idades entre 16 e 17 anos. Contudo, até a última sexta-feira (25), apenas 24.634 mil adolescentes nesta faixa etária procuraram a Justiça Eleitoral para tirar o título de eleitor.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), os novos títulos se distribuem da seguinte forma: 951 títulos para jovens de 15 anos (que completam 16 anos até dia 2 de outubro), 6.980 títulos para adolescentes com 16 anos e 16.703 mil títulos para pessoas com 17 anos. O eleitorado total do Piauí é de 2,4 milhões de pessoas.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a tendência entre 2018, ano das últimas eleições presidenciais, e 2021 foi de queda. O levantamento aponta que, em 2018, um total de 57.564 adolescentes se alistou, enquanto em 2019 esse número reduziu para 35.978. Em 2020, 38.910 tiraram o título e, em 2021, apenas 19.607 procuraram a Justiça Eleitoral para emitir o documento. Por isso, mesmo ainda tímida, a adesão dos jovens ao pleito deste ano é positiva em relação aos anos anteriores.

Apesar de ser facultativo para pessoas com até 17 anos, o voto é uma das formas mais importantes de se exercer a cidadania. No Brasil, eleitores com 17 anos ou que farão 16 anos até 2 de outubro já podem votar e, para isso, basta tirar o título até 4 de maio, véspera do fechamento do cadastro eleitoral para o pleito de outubro.

Em 2022, as Eleições Gerais ocorrem no dia 2 de outubro, em primeiro turno, e 30 de outubro em segundo turno, onde houver. Os cargos a serem preenchidos nesse pleito são: presidente, senadores, governadores, deputados federais e estaduais.

Como tirar o título

Para fazer o alistamento eleitoral pela primeira vez, basta acessar o sistema TítuloNet, selecionar a opção “não tenho” na guia “Título de eleitor” e preencher todos os campos indicados com os dados pessoais, como nome completo, e-mail, número do RG e local de nascimento.

O sistema vai pedir o envio de pelo menos quatro fotografias para comprovar a identidade do eleitor ou eleitora. A primeira delas é uma fotografia (selfie) segurando um documento oficial de identificação. As outras duas são da própria documentação (frente e verso) usada pela pessoa para se identificar na primeira foto. Já a quarta é a foto de um comprovante de residência.

Os homens com idade entre 18 e 45 anos também devem encaminhar o comprovante de quitação com o serviço militar. Mas atenção: as imagens devem estar totalmente legíveis, pois, se não estiverem, a solicitação pode ser negada pela Justiça Eleitoral.

Fonte: PORTAL O DIA

. Anuncios

WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.08
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (1)
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (2)
WhatsApp Image 2021-07-22 at 3.35.17 PM
WhatsApp Image 2021-08-16 at 9.01.22 PM
png Super Vale (1)

© Blog Na Mira da Mídia | 2021 | Direitos Reservados

Desenvolvido por: Nichollas Castro (61) 98440-4851