Denuncia: Maus tratos a animais em Luzilândia causam indignação

A denuncia chegou de um vizinho que tava incomodado com o sofrimento do cãozinho, a história se espalhou, a partir daí começou uma corrente de indignação, revolta, desespero, mas nenhuma ação, tava chovendo. Mesmo assim, o professor  Mucuim e professora Gilmara Gil foram até o local, invadiram a casa (com a aprovação do delegado, que também acompanhou o caso de longe, pois não estava em Luzilândia) e livraram o animal daquela situação… Eles aproveitaram e soltaram o passarinhos que estavam presos, sem comida e água!
Uma senhora chegou em seguida e se disse responsável pela casa, enquanto a proprietária viajava… Pouco depois que saíram, a guarda municipal e o Secretário de Segurança, que souberam da ocorrência, chegaram para atender o apelo. Parabéns para eles pela ação, de coração! Eles encontraram o cachorro aparentemente bem, a mulher que diz cuidar da casa relatou pra eles que não deixa o cachorro na chuva e nem com fome, mas que teve que sair, por isso o cachorro se molhou… No entanto, segundo os vizinhos, o cachorro ficou a noite toda latindo desesperado e naquela situação! Após a saída da guarda, os vizinhos voltaram a ouvir o latido do cachorro e constataram que ele voltou a ser amarrado… 
Ainda não sabemos o desfecho da história desse cachorro, mas ele não é o único a passar por isso, há relatos de “donos” de animais que viajam e deixam os animais sozinhos, “a Deus dará”, largado à sorte! Tem outras histórias absurdas de maus tratos, abandono, de assassinatos…
Enquanto isso debate sobre o tema nunca foi pauta de nenhuma proposta ou politica pública de Gestor nenhum em Luzilândia! Não há uma preocupação e nem ação efetiva de nenhum órgão que seria o setor responsável por isso (Não vale citar a vacinação, que é obrigatória e uma ação Nacional do Ministério da Saúde). O novo delegado da cidade já se manifestou sobre o tema, será caso de polícia sim, mas ele não pode abarcar o problema só! A um senso comum de que maltratar animais é normal, que não dá em nada e sempre vai ficar por isso mesmo. Mudar isso não é fácil!
Por isso, Senhores e Senhoras lideranças políticas, o que fazemos sem o obrigação é o que nos define! Tá na hora de pautar os animais, principalmente os de rua, se não por sensibilidade, mas pela saúde dos HUMANOS, sorte de Luzilândia que ainda não teve nenhuma epidemia de leishmaniose, como em cidades vizinhas!
Mas enfim, o texto não é jornalístico, é opinião e se quiserem vê politicagem nisso, acho que vocês também precisam se tratar! Eu só quero trazer para a pauta o problema, e saibam que não estou sozinha, tem milhares de pessoas em Luzilândia que também se indignam com isso, uma dezenas que coloca a mão na massa, e fazem mais que vocês que são pagos pra agir e pensar no bem do município, e nesse também se inclui os animais!

Maus tratos a animais em Luzilândia: Quando se indignar não bastaMaus tratos a animais em Luzilândia: Quando se indignar não basta
Paula Andreas/ Jornalista -Clica Luzilândia

. Anuncios

WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.08
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (1)
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (2)
WhatsApp Image 2021-07-22 at 3.35.17 PM
WhatsApp Image 2021-08-16 at 9.01.22 PM
png Super Vale (1)

© Blog Na Mira da Mídia | 2021 | Direitos Reservados

Desenvolvido por: Nichollas Castro (61) 98440-4851