Padre Lauro de Deus é encontrado morto próximo à BR-316 no Piauí

O padre Lauro de Deus Nogueira Sobrinho, coordenador de comunicação
da Arquidiocese de Teresina, foi encontrado morto, na tarde desta
quarta-feira (14), no Km 85 da BR-316, próximo ao município de Barro
Duro, distante a 83 km da capital. Segundo informações da Polícia
Militar, o corpo que foi encontrado por uma equipe da Eletrobras que viu
um carro abandonado em uma estrada vicinal a cerca de 200 metros da BR.

Ainda de acordo com a PM, o corpo estava dependurado em uma árvore.
No carro do vigário não havia sinais de arrombamento e o local foi
isolado por policiais do Grupamento da Polícia Militar de Barro Duro e
da Força Tática de Água Branca. Péritos da Polícia Civil estão no local
realizando os procedimentos periciais.

O soldado da Força tática de Água Branca Marcos Roosevelt afirma que
o corpo estava a cerca de 80 centímetros do chão e em local de fácil
acesso. “Todos os perteces foram encontrados. A documentação pessoal
estava no carro, mas o chinelo e os óculos estava próximos ao corpo”,
afirma.

A PM isolou o local para a realização da perícia e por volta das
22h30 o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) para a
realização dos procedimentos legais.

O corpo do Padre Lauro de Deus Nogueira Sobrinho, de 47 anos, que
teve o corpo encontrado na tarde quarta-feira (14) enforcado em uma
árvore nas margens da rodovia BR-316, na localidade da Estaca Zero, no
município de Barro Duro, foi velado na Catedral Nossa Senhora das Dores
na Praça Saraiva na manhã desta quinta-feira (15), em missa simples
celebrada pelo padre Mateus Matias sem a presença de muitos padres e com
a presença mais de familiares e amigos.

Na missa o padre Mateus Matias disse que Deus ama Lauro de Deus e
que Deus não abandona os seus. O padre destacou ainda o engajamento do
Padre Lauro de Deus na igreja e disse que Deus acolhe a todos e que as
lagrimas serão transformadas em suplica para o padre.

A morte do Padre Lauro de Deus toca em uma questão tabu da igreja
católica, que é o suicídio. O padre Antônio Cruz, da igreja da
Vermelha, que celebrou a primeira missa com o corpo presente do padre
Lauro de Deus afirmou que a igreja católica não tem mais a postura
diferenciada em relação ao suicídio por que a igreja acredita que a
morte é questão de milésimos de segundos e que não dá para saber se a
pessoa optou ou não por Deus no último momento.

“A igreja católica assume a misericórdia nesses casos”, declarou o
padre Antônio Cruz. Ele destacou que o padre Lauro de Deus é seu irmão.
O padre Mateus Matias declarou durante sua missa que não cabe julgar,
mas sim na hora da morte acolher e rezar para vida eterna.

“Devemos acolher e nunca julgar ou condenar. Deus tem
misericórdia com todos. As lagrimas se transformam em súplica a Deus que
nos acolhe nesse momento de tristeza”, afirmou o padre Mateus Matias.
Fonte: The em foco. Divulgação *

. Anuncios

WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.08
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (1)
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (2)
WhatsApp Image 2021-07-22 at 3.35.17 PM
WhatsApp Image 2021-08-16 at 9.01.22 PM
png Super Vale (1)

© Blog Na Mira da Mídia | 2021 | Direitos Reservados

Desenvolvido por: Nichollas Castro (61) 98440-4851