Ameaça de greve na Educação, Sismel não aceita proposta do Governo de Luzilândia

Sismel não aceita proposta do Governo de Luzilândia e ameaça greve na Educação
A classe não aceitou a proposta de dividir em seis vezes o pagamento do décimo terceiro.
Servidores da
educação do município se reuniram na manhã da ultima segunda-feira (14) para
deliberarem sobre a proposta enviada pelo Governo Municipal para o pagamento do
décimo terceiro e abono férias, dos servidores da educação, que estão em
atraso. A classe não aceitou a proposta de dividir em seis vezes o pagamento do
décimo terceiro, e ameaça greve caso a gestão municipal não pague o salario e o
decimo completo em fevereiro.


 O Governo Municipal pagou o salário atrasado, do mês de dezembro, dia 10 deste mês. Na proposta enviada a categoria, o abono férias de 2018 seria pago dia 25 deste mês, mas o pagamento do décimo terceiro salário de 2018 seria dividido em seis vezes, com início de janeiro e termino em junho.


 A categoria em assembleia analisou a proposta e a maioria não aceitou e enviou uma contraproposta. A Gestão Municipal tem até o dia 12 de fevereiro para pagar o 13° salário atrasado, se não pagar o salario e o decimo completo em fevereiro a categoria entrará  em greve.  


Proposta enviada para o Sismel


Fonte: Clica Luzilândia

. Anuncios

WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.08
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (1)
WhatsApp Image 2021-07-17 at 07.59.09 (2)
WhatsApp Image 2021-07-22 at 3.35.17 PM
WhatsApp Image 2021-08-16 at 9.01.22 PM
png Super Vale (1)

© Blog Na Mira da Mídia | 2021 | Direitos Reservados

Desenvolvido por: Nichollas Castro (61) 98440-4851